top of page

Júpiter em Touro

"Pode-se ter milhões e não ser nada. Pode-se nada ter e ser de um valor sem preço. A riqueza que se tem não é senão o uso que se faz dela." (Saint Yves d'Alveydre)


Júpiter acaba de entrar definitivamente em Touro, depois de 12 anos, cruzando a linha da quadratura com Plutão a 0⁰ de Aquarius. Transversalidades do tempo nos atravessam. - Touro traz os recursos fundamentais para a vida e Aquário os valores essenciais do Ser.

Há, neste planeta em que vivemos, riqueza e abundância suficiente para todos.

Por que há tanto com tão poucos, e muito pouco com tantos?

Júpiter tem a propriedade de amplificar tudo o que toca. Coisas boas, e não tão boas. Mas mesmo as coisas não tão boas, quando amplificadas guardam a possibilidade de serem vistas, e então modificadas. Até nisso reside um lado benéfico dos trânsitos de Júpiter por importantes pontos do mapa.

E quando muda de signo, como agora, percebemos uma mudança de tom, e de ritmo, no fluxo de temporalidade a partir dos acontecimentos, pois as qualidades do signo por onde transita também são amplificadas. Júpiter quadratura Plutão

A quadratura de Júpiter com Plutão, logo na entrada de Touro, recrudesce o tema da passagem entre Eras, A Grande Mutação da Era da acumulação do Ter, predominante nos últimos 200 anos, para a Era de valoração do Ser, em vias de ser construída por cada um de nós, para os próximos 200 anos. Este ciclo é regido pelas séries das Grandes Conjunções entre Júpiter e Saturno que ocorrem a cada 20 anos em signos de mesmo elemento, durante cerca de200 anos.

Os signos fixos Touro e Aquário protagonizam essa Grande Mutação, que vem acelerando e se intensificando desde a última conjunção que ocorreu em 21.12.2020 - entre Júpiter e Saturno a zero de Aquário. Touro é um signo de elemento Terra e nos conecta com a necessidade de lidar com a realidade, a partir da realidade. Com a passagem de Júpiter por aí, os assuntos ligados à Terra vêm à tona, assim como bens e recursos materiais, os processos produtivos e geradores de riqueza.

Júpiter, o grande benéfico, em Touro, nos fala de abundância, prosperidade, sobre coisas ligadas à vida material, ao mundo dos valores tangíveis, perceptíveis aos nossos sentidos. Traz as bençãos dos prazeres ligados ao corpo. Mas também, o risco do exagero, do insaciável hedonismo romântico, do sensualismo erótico do signo regido por Vênus/Afrodite, a deusa do amor.

Ao entrar em Touro, é sempre bom fazer um balanço da vida financeira, dos recursos que dispõe para realizar o que quer e que a vida lhe permite.

A sua condição de vida depende do modo como gera e gerencia sua riqueza.

“A riqueza que se tem não é senão o uso que se faz dela.”

O planeta passa por essa região do Zodíaco, durante cerca de um ano, uma vez a cada doze, e conecta as dimensões e necessidades do Ter com a consolidação de nossas condições de segurança e estabilidade.

Dê um breve olhar em como estava sua vida financeira, econômica, há 12 anos, suas incertezas e inseguranças acerca do futuro, desde a última vez que Júpiter passou por aí.

Veja onde você se encontra agora, o quanto cresceu, prosperou, se tornou dono e senhor de seus próprios tesouros, e tomou posse do que é seu, de seus valores, do seu valor, de seus bens e recursos, internos e externos. Você poderia imaginar chegar aonde chegou? Alcançar o que alcançou? Tornar-se que você se tornou?

Agora, se imagine daqui a doze anos.

Você é capaz de ver abundância, crescimento material e espiritual, perceber as sementes do futuro, que já se encontram aqui presentes?

Estas sementes guardam o segredo da vida que irá florescer a partir do seu ser e das ações específicas que fizer, e a vida irá prover com aquilo que necessita para ser o que nasceu para ser, perseverar no ser até se tornar a sua melhor versão. Júpiter conjunção com o Nodo Norte em Touro Júpiter se aproxima da conjunção com o Nodo Norte. É como ligar uma chave, ou disjuntor, disponibilizando energia para todas as casas do mapa. Ao longo deste ano o planeta transita pela sua Zona de Retrogradação – de 11 de junho a 23 de março de 24 entre os graus 5 e 15 do signo de Touro.


Jupiter na Zona de retrogradação:

Todos os planetas que se encontram em seu mapa entre estes graus (5 a 15) serão tocados 3x pela Graça de Júpiter, neste ano, amplificando suas potencialidades e a percepção de suas funções em nossa vida.


Chaves para Júpiter em Touro:

- prover, produzir, proporcionar, suprir, fornecer, abastecer.

Impulso ou Motivação:

 

Qual área da sua vida está sendo abençoada pela benevolência de Júpiter em Touro?

Há pelo menos cinco "signos" auspiciosos que se formam a partir dos trânsitos de Júpiter em nosso mapa.

Esses lugares podem ser chamados de “Signos de Sorte” - tempo "oportunus". Ventos que sopram a favor e levam o barco que estava à deriva em alto mar, de volta ao porto seguro, ou o impulsiona na direção de alcançar o seu destino. Nestas ocasiões, portas se abrem. São janelas para o céu: Kairós.

É quando coisas grandiosas acontecem, as oportunidades para as quais nos preparamos se apresentam em nossa vida. Os 5 pontos de alavancagens:

1. O retorno de Júpiter.

2. Quando cruza o ascendente.

3. Quando cruza o Meio do Céu.

4. Quando toca o Sol

5. Quando se encontra com Vênus.

Júpiter é um planeta gigante. Todo sistema planetário conhecido tem um planeta como Júpiter. Parece que uma de suas funções é a de proteção da ordem do sistema. É tão grande, que todos os demais planetas juntos não chegam a ter seu tamanho. É completamente gasoso, a menos de seu núcleo que tem as dimensões de Mercúrio.

Todo corpo celeste que vem de fora do sistema solar e que possa ameaçar o interior e a ordem do sistema, ao passar por seu campo gravitacional é atraído e se desintegra – sejam cometas ou quaisquer tipos de meteoros, aniquila-se sua constituição molecular. Só podemos pensar formas de vida em Júpiter em termos de sons, cores, aromas. Nada que tenha estrutura sólida sobrevive à sua poderosa gravidade, torna-se incapaz de perseverar no ser.

Mas há uma outra função mais importante ainda. Sua força gravitacional tem o poder de lançar objetos espaciais para longe, para outras dimensões siderais. Assim fizeram com a Sonda Galileu, que fotografou os pólos do Sol. Não haveria combustível que durasse até o Sol, então os cientistas a lançaram na direção de Júpiter, ganhando potência e energia cinética para alcançar nossa estrela. De certa forma – o planeta Júpiter em nosso mapa atua assim, catapultando nossa vida para ampliação da consciência e da percepção da vida, a pensar com a Mente Grande, livre de julgamento, tal qual a luz dos Mestres que iluminam o caminham espiritual e do conhecimento. Na Astrologia Védica, Júpiter é chamado de Brihaspati – é o planeta que diz respeito ao Guru de Indra, dissipador das trevas, oferecendo compreensão espiritual e sabedoria. Era também conhecido como o grande protetor e salvador da Babilônia, com muitos templos levantados ao deus Marduk que representa.

Quando somos tocados por Júpiter em nosso mapa, podemos sentir a expansão de nossa dignidade, e riqueza de sermos quem somos. É como estar sendo carregado por Zeus, protegido ou alavancados em nossos créditos cármicos, para um novo nível de existência e de autorrealização.

32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Anel de Fogo

Está aberta a temporada dos eclipses Vamos ver o Anel de Fogo do Eclipse no seu mapa? A Oficina de Astro*Coaching "Entre-Eclipses" está em ressonância com as efemérides de outubro. Vamos ver o Anel de

Comments


bottom of page