As Múltiplas Faces do Diamante do Céu


Você já viu Vênus nascer antes do Sol? É uma experiencia única, sublime para quem vem cultivando ao longo da Quarentena de retrogradação de Vênus (de 13 de maio a 25 de junho), uma atitude de cultivar em si os melhores sentimentos, valores-do-Ser, que a partir de agora começam a florescer, a aparecer em forma de luz, Estrela Matutina, Estrela D´Alva, a Estrela do Oriente, seja qual nome for, a Estrela-Guia.

Vênus a cada nova aparição traz para o mundo a luz do novo Sol que se anuncia e, para o ser humano, a oportunidade de ativar o sentido de pertencimento aos atributos de Harmonia e Beleza da Natureza. Mas a Beleza de Vênus, de seus ciclos mais amplos, não pode ser vista pelos olhos físicos, mas pode ser sentida, por seu sentido e significados, pelos olhos da alma pois se encontra dentro de cada um. Todos têm Vênus em algum lugar no céu do dia de seu nascimento. De sedutora cortesã divina do pôr do Sol, venerada pelos povos mais antigos, ao temido feminino travestido de Serpente Emplumada, Guerreiro Celestial, na sua descida ao inframundo por ocasião de conjunção inferior com o Sol, até renascer triunfante, em litúrgia inspiradora como Afrodite, por ora abre o coração celeste ao amanhecer para a Travessia da Grande Mutação da Era do Ter para a Era do Ser.

Nesta região do céu, em Gêmeos, acompanha o Sol, mais inclinada na direção do Solstício de Câncer, quando haverá o Eclipse do Sol, entre dois eclipses da Lua. Este é um ciclo que se repete - uma espécie de paralelo secreto, ou oculto, que une as duas deidades que representam o feminino sagrado em seus ciclos: ciclos de Vênus e ciclos da Lua. (Ver Anthony Aveny). Há uma relação matemática entre os eclipses lunares e primeira aparição da Estrela Maturina. Os primeiros a fazerem essa co-relação foram os Mayas de Yucatan - ocorre um "evento de Vênus" após o início e antes do fim do ciclo dos eclipses - como é o caso de agora. O eclipse da Lua marcado no dia 5.6.2020 ocorre logo após a conjunção inferior de Vênus com o Sol no dia 3.6, portando com Vênus sumida do Céu - e em seguida, ocorre a aparição de Vênus, o Eclipse Solar, no Solstício e novamente o eclipse lunar, com o Sol já em Câncer, no dia 5.7.2020. É tempo de "honrar o sagrado feminino" - até o dia 25/6, quando VÊnus chega à estação direta - há uma Abertura no Céu para dar, receber e retribuir - as 3 Graças (como aquelas representadas no quadro de Boticelli, a Alegoria à Primavera). Abre também o seu coração. Doar, per-doar, através da doação a cura se faz. Eis a medicina do céu para os males do coração. Mediar, meditar, encontrar a medida certo em todas as coisas. Se fez mal juízo de alguém. Se falou mal de outrem. Se destratou um amigo, ou simplesmente ignorou a importância e faltou com respeito. Esse é um momento oportuno para abrir seu coração e "honrar" a presença de seus valores-do-Ser na sua vida. Honrar é tomar em seu coração o valor que o outro tem para si. Talvez seja uma das formas mais profundas de cuidar. O respeito aos valores-do-Ser que o outro infunde. Muitos ainda dizem que os trânsitos de Vênus são efêmeros, que sua influência é passageira e que apenas “servem para indicar um bom dia, um transtorno qualquer ou algum benefício de pouca importância. A menos que esteja retrógrado, não vale a pena enfatizá-lo ou preocupar-se com ele, seus efeitos não são devastadores”. Pois, por não terem se aprofundado nos significados mais profundos acabam dando pouca ou quase nenhuma importância aos ciclos que Vênus descreve em suas vidas. Os padrões de tempo precisos que se constituem em um Calendário Caleidoscópico Perfeito, de ritmos em espirais, expressam uma dimensão de significados pouco percebida pela maioria das pessoas, a presença da Geometria Sagrada no céu de seu mapa de nascimento. 5:8:13 – A Estrela de 5 pontas – a série de Fibonacci que habita todas as formas de vida em espiral. São 5 conjunções inferiores e outras tantas superiores que ocorrem ao longo de 8 anos solares, em 13 revoluções venusianas. São 13 conjunções - uma a cada 8 anos - que percorrem em retrogradação, todo um signo, marcando um período mais amplo de 104 anos de uma época, em oitavas de Vênus, pelas 5 pontas: Vênus Nova, Vênus Cheia – formam 1248 anos na Grande Ronda Zodiacal, que revelam as múltiplas faces do diamante do céu, Pedra Filocálica que brilha mais que muitas estrelas. A cada 584 dias a conjunção com o Sol revisita uma área do Zodíaco, cada ponta do pentagrama com uma com a qualidade específica, relacionada com um signo, com uma estação. E dentro deste ciclo, outros ciclos menores: de 4 meses, quando Vênus se encontra em sua máxima proximidade da Terra, passando muito lenta por aquela área, em sua Zona de Retrogradação. E ainda dentro deste ciclo, Vênus faz sua "quarentena" - os 40 dias em que é vista se movendo no céu na direção contrária ao movimento do Sol. Dentro destes 40 dias, ainda há o tempo em que desce do céu até a sua desaparição vespertina, o tempo em que fica oculta e depois o tempo que vai de sua primeira aparição matutina até a Estação direta, quando fica alguns dias no mesmo grau até reverter a direção e seguir a alcançar o Sol. Serão noves meses até Vênus sumir do céu matutino e se retirar por 52 dias pareando o Sol, mergulhada na luz solar, antes de novamente reaparecer no céu vespertino - e assim eternamente. Se LIGA NO LINK PARA A LIVE:

Quais valores-do-Ser você está a levar para o novo céu que se anuncia? - os próximos 9 meses, quando ficará Vênus Cheia. - os próximos 1 ano e sete meses - quando repetirá a Vênus nova em Capricórnio? - os próximos 4 anos, quando ficará Cheia em Gêmeos. - os próximos 8 anos, quando retorna à próxima conjunção inferior com o Sol nesta região de agora;

- para o resto de sua vida. Há muita coisa que não é dita acerca de Vênus. O Mistério que envolve a Abertura do Coração Celestino na sua primeira aparição matutina acontece na área de seu mapa reservada aos mais profundos mistérios, a casa 12, lá onde a eternidade se encontra presente na efemeridade, pois logo sai de cena ao eterno nascimento dos primeiros raios de Sol, quando dá início a ciclos dentro de ciclos em espirais de tempo que percorrem os mapas em ritmos e oitavas como um calendário caleidoscópico perfeito, repleto de informações e significados. Vênus em mim Saúda Vênus em você.

plas faces do diamante do céu.

76 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Rio de Janeiro: Rua Cosme Velho 
São Paulo: Hotel Mercure, Av. Funchal 111
Telefone: +21 999138585  
Astro*Coaching - CFP 119.893.307-03
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle