Entre as sombras dos Eclipses

O Eclipse da Lua em Gêmeos e o Mundo da Xibalba:

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Entre Eclipses: há um sincronismo "calendárico" entre os ciclos das conjunções de Vênus com o Sol e as lunações. O ciclo de 8 anos contém 99 lunações. Como um relógio sideral em mente podemos "con-siderar" que a fase da Lua que acompanha o aparecimento de Vênus é praticamente a mesma, com poucos graus de diferença. Cada descida de Vênus é representada pelos antigos povos de mesoamérica com vítimas sendo atingidas pelas lanças de Quetzalcoatl, que lançam seus dados de aflição portadores de augúrios para a humanidade. Um para cada um dos 5 cursos que Vênus descreve no céu há um significado, principalmente quando ocorrem os Eclipses.

Um eclipse solar entre dois eclipses da Lua: dias 5 e 21 de junho; dia 7 de julho. Os eclipses focalizam sombras nas áreas da vida onde Vênus e o Sol se encontram - hoje, absolutamente imersos no mundo da Xibalba, o inframundo, onde habitam os senhores da noite e da morte. A Terra projeta sua sombra sobre a Lua: Eclipse. O Sol é o governo, a Lua é o povo. O governo induz, sob a égide invisível de uma espada militar, à volta às ruas, como um vaqueiro que toca a boiada. Chega a ser obsceno, desumano, sem escrúpulos. Para defender a bolsa, de valores materiais, dar a vida, e acabar por perder os dois.

A Lua é o povo, obscurecido em sua ignorância, seja de boa ou má fé, volta mascarado à "normalidade" para abraçar a morte. Como diria Nelson Rodrigues: um beijo no asfalto.

O novo padrão de normalidade que se institui por decreto aceita que os mais negros e mais pobres morram de asfixia pelo corona-virus, com as UTIs chegando à ocupação quase lotada, para manter os mais poderosos e mais brancos a respirarem o seu ar em suas redomas higienizadas. O Brasil poderá se tornar campeão mundial de mortos registrados pela COVID19 - e demorar muito a sair do surto.

Eclipse? Em 15 dias, o Eclipse do Sol, entre dois eclipses da Lua, focaliza o ponto Zero de Câncer, marco solsticial - exato oposto ao Zero de Capricórnio, onde no dia 21.12.2020 - Júpiter e Saturno se encontram - como ponto de virada civilizatória da Grande Mutação da Travessia da Era do Ter, para a Era do Ser, há muito anunciado como "REBOOT do Sistema".

Ao fim da lunação do Sol de Câncer, é a Lua de novo, desta feita em Capricórnio, com o Sol em Câncer, signo regido pelo povo, que se torna visível como a luz que se apaga.

Eis o que se revela, em prata da Lua, neste quarto escuro de fotografias, um novo padrão de normalidade: - tornou-se "normal" aceitar que os mais velhos devam morrer logo para aliviar o caixa previdenciário, caso contrário, pode faltar recursos para quando os mais jovens de hoje se tornarem mais velhos, ou mais pobres. - tornou-se "normal" aceitar os insultos e as mentiras, escárnios e deboches, se ampliam banalidades acerca da morte.

É um momento propício para entrar em seu espaço sagrado, guardar seu silêncio, orar, fazer meditações para resguardar-se dos pensamentos pesarosos que sussurram no inconsciente coletivo e assombram a mente de tantos com ruídos e barulhos espúrios humanamente não reconhecidos, algazarras internas e risos lúgubres e estridentes, que trazem do medo o fantasmas de pavor, as incertezas em relação ao futuro, as lembranças ancestrais sombrias de sofrimentos, feito dores de um parto no peito.

O Eclipse Lunar ocorre às 16h14min, BZT, o Sol ainda vai alto, consequentemente a sombra não poderá ser vista daqui. É devastadora a condição humana que se cria para o genocídio, que parece ter sido programado e escolhido um lugar para se alojar nos calendários obscuros da humanidade.

A Terra sob a sombra da Lua abre as comportas do Mundo da Xibalba, é aquele lugar no Tempo, para onde Vênus retrógrado vai, segundo a mitologia azteca, travestido de Guerreiro celestial: Quetzalcoatl, para enfrentar os Senhores da Noite e da Morte.

Astronomicamente é quando Vênus some por alguns dias do céu vespertino e entra no orbe do "campo solar", abaixo da linha do horizonte visível, no mundo da escuridão onde habitam as sombras, os sonhos pesarosos de morte, e os espectros das pestilências, doenças e fantasmas interiores, antes de renascer matutina.

É o tempo do sacro-ofício: a "Abertura do Coração" de Vênus no céu do amanhecer, a trazer para o mundo a consciência do que lhe foi revelado, a ensinar a abertura do coração à Luz do Sol, a ativação da esfera do amor universal, o acesso ao nível de consciência do amor universal e da compaixão, "à luz das mais sublimes experiências místicas, de unidade, ou espirituais, mas que foi que reduzido pelos Aztecas a um fundamentalismo literal." Às vezes é preciso perder quase tudo para valorizar o pouco que restou. É preciso ir lá no fundo do poço para encontrar o tesouro, ir ao mundo do mortos, a Xibalba, ao estado de quase-morte, do quase se perder, ou perder a vida para nascer de novo, para abraçar não mais a morte, mas o desejo de viver, o pouco que ainda lhe resta. Séculos se passaram e parece que a história se repete, em proporções ainda mais desiguais.

Há anos, pouco antes de um evento mundial conhecido como "Convergência Harmônica", recebemos um comunicado com instruções específicas do ancião Titolopochtli Domingo Dias Porta acerca dos tempos que estariam por vir.

Nesses escritos, ele nos relata lendas e profecias da "Era das Flores", que começaria a seguir, com a percepção de uma aguda aceleração da energia que move nosso mundo, um período de intensa ação espiritual que sacudiria o planeta desde então, durante 25 anos,a terminar em 2012, quando o "velho" então cederá espaço ao "novo", conforme estava registrado nos Calendários Mayas e Aztecas.

O ponto chave será: - crise de consciência e intensa ação espiritual que iniciará a Humanidade até um nível de consciência mais elevado de maturidade. "Estamos subindo uma volta na espiral cósmica, voltando a uma verdadeira consciência planetária, saindo por fim dos pesadelos, venenos e enfermidades". As flores dão luz e alegria, têm uma consciência muito sutil, uma unidade mental. a energia da flor é pacífica, e as flores são uma grande medicina. Meditando nas flores, ou com elas, podemos eliminar inflamações causadas por hábitos agressivos da mente. Serão nossa medicina no futuro". Eis a Flor de Vênus - o desenho que descreve no céu em seu ciclo com o Sol e que se expressa nos girassóis, nas conchas e náutilos, da DNA humano, às Galáxias em espiral, a assinatura do Divino, Espiritual.

Segundo esses ensinamentos, "nosso destino ao finalizar esta época estaria em nossas mãos: podemos destruir o mundo através de ações e pensamentos egoístas, ou podemos harmonizar com a ordem divina e com todas as criaturas da Terra". E o ancião continua dizendo: "A humanidade ocupa uma posição central entre os grandes poderes de Luz e de Obscuridade, e é o foco da luta, e sem dúvida o último e determinante do vencedor no duelo entre ambos. O ser humano possui livre arbítrio e podemos em consequência escolher um ou outro”.

De acordo com a mensagem de Quetzalcoatl para o novo tempo: “a Verdade é Una, é a Verdade do Amor”. Deve-se cultivar a intimidade, a amizade, sobre tudo a vida familiar, refúgio acolhedor ante qualquer situação adversa, sempre que haja confiança e corações abertos".

Para a “Abertura do Coração Radiante, se pede desenvolver a sinceridade: abrir nosso mundo interno a quem nos rodeia, vencendo receios e reservas herdadas de infernos já transcendidos”. A Abertura do coração deve ser naturalmente e gradual. Restabelecer esse FOGO do coração para alcançar o poder maior de todos os poderes mágicos: o Poder da COMPREENSÃO. Sem esse amor poderoso o coração seca e se esvazia. Até o dia 25 de junho Vênus chega à sua estação direta e então segue em busca do Sol; Dia 29 de julho Sai de sua Zona de retrogradação e em seguida em agosto deixa o signo de Gêmeos. Quer saber mais, venha participar da Oficina de Astro*Coaching

www. oficinadeastrocoachongde muitas incertezas e apreensões para um lugar/estado desejado, de muita alegria, amor, compaixão, solidariedade humana, aceitação. igualdade de condições para todos os seres, equanimidade, que são "valores-do-Ser" que foram preserv

86 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Rio de Janeiro: Rua Cosme Velho 
São Paulo: Hotel Mercure, Av. Funchal 111
Telefone: +21 999138585  
Astro*Coaching - CFP 119.893.307-03
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle