Comece o ano com um objetivo na mente

ALINHAMENTO: ♐ Júpiter => Sol => Mercúrio Rx => Terra

Sagitário é o único signo representado por um Mito, que tem a força de ampliar horizontes, pois habita no imaginário coletivo, como energias arquetípicas simbolizadas como Constelações no céu, como signos do Zodíaco. Mythos quer dizer "palavra", no sentido de narrativa => "mitológico" => myhtos e logos => lógica, razão: o mito é a palavra da narrativa daquilo que é essencial, verdadeiro. "Narrativas que contém a revelação do princípio divino, transcendental ou numinoso. Não é o mito que cria ou revela o divino, mas é o divino que se revela no mito, que através dele torna-se visível" (Dethlefsen, T. 1993).

Sagitário é representado por um Centauro, o Ser Mítico, metade homem, metade cavalo, que orienta sua flecha numa direção: (...ex oriente lux) - aponta para o Centro da Galáxia (grau 26/27 de Sagitário), um centro em torno do qual giram todos os sóis da Via Láctea. Como Mito, reside além do tempo e do espaço, e como símbolo faz a ponte entre os homens e deuses, entre os mortal e o que não morre nunca.

Há que entender também que, se não fosse a força da "visão de futuro", fronteiras jamais seriam suplantadas, nunca sairíamos dos limites do próprio reinado de uma verdade satisfeita por si mesma, nem haveria nenhuma possibilidade de incertezas além do horizonte. Talvez nem horizontes existiriam. Esse impulso de ir além do possível, de encontrar-se acima, de achar-se detentor da flecha certeira que aponta para este Centro Superior da Via Láctea, é a busca do mistério, imanente à natureza humana que é representado neste signo de fogo mutável, que se espalha pelos campos de estrelas do universo inteiro, e pressupõe infalibilidade da confiança definitiva de que basta querer para alcançar o que se busca, cavalgando por cima dos humanos obstáculos que lhe impediriam o tombo. Entre muitas coisas, ♐ representa "o ideal prestigioso de um cavaleiro que sabe muito bem que nunca será arrancado da montaria"( Bachelard,G.). Como poderia cair do cavalo se metade ele é?Mas quando o Centauro cai, aí vai com o cavalo inteiro...

EPHEMÉRIDES Júpiter, o arqueiro de ♐ transita ao longo deste ano de 2019 diretamente sobre todos os sóis que se encontram neste signo, e de de forma indireta, por todos os demais signos por diferentes ângulos, ou pontos de vistas diferentes, novas perspectivas. A fase mais cardinal do ciclo, o início, a partida - deste último signo de FOGO - ocorre de 8 de novembro - quando depois de 12 anos Júpiter volta a seu domicílio - até 14 de janeiro de 2019, quando entra na sua Zona de Retrogradação:

É hora de acender a tocha. São tempos de extrema instabilidade e de incertezas acerca do futuro que devem ser enfrentados com confiança e força de ir além, de superação. Vamos marcar em seu mapa quais os planetas que são iluminados por este fogo ao serem tocados por Júpiter.

Que principais/temas suscitam, por aspectos, pelas casas e signos?

Quais as reflexões para este período? Júpiter representa possibilidades de expansão e crescimento. Abertura da visão interior.

Quando entra em seu domicílio favorece o desprendimento da flecha ao alvo, e liberta o ímpeto de chegada a um lugar de mais potência de viver, diante da inevitabilidade do inverno que se aproxima com a chegada do Sol a Capricórnio ♑ (hemisfério norte). Não, ninguém é poderoso o bastante que se torne capaz de vencer o tempo.

A chegada da etapa do inverno remete à escassez e ao frio, e mesmo que se detenha a chama do último fogo para atravessá-lo, a grande noite se avizinha. Deste mesmo modo a juventude despede-se e aponta para o fim, e cede lugar para a velhice que se impõe inexoravelmente como o mais temível inimigo do Homem de Sabedoria, e de Poder. É a última etapa do ciclo de vida, e ao mesmo tempo, ao final de Sagitário é a chegada ao cume, o ponto de culminância do ano, onde começa o fim, e a descida, ou o declínio. Quando chega ♑ Capricórnio, o Sol pára: - solstício, Sol Estático, no hemisfério norte as noites param de crescer, a natureza congela a materialidade da Alma, até o renascer dos primeiros raios de Sol da primavera, no fogo novo de Áries. E assim, eternamente o ciclo da vida se renova no Zodíaco, e a chama que Sagitário carrega permanece acessa. É um Mito? É um signo? Um grupo de estrelas?

Do dia 14 de janeiro a 10 de abril, Júpiter avança até o grau 24/25 de Sagitário às portas do Centro da Galáxia, pára, olha para o infinito, fica estacionário retrógrado e retorna na direção da Terra, trazendo o informação que recebeu desde este lugar no Universo, em torno do qual giram todos os sóis da Via Láctea, que assim derrama seu "leite" sobre nossas cabeças. Então chega ao grau 14/15, quando fica estacionário direto no dia 11 de agosto: pára => estica o arco para lançar a flecha na direção de alcançar um novo objetivo.

SATURNO Do dia 12 de dezembro até 22 de janeiro, Saturno avança de 9 a 14 graus em seu "domus", ♑ Capricórnio, enquanto o Sol entra (21 de dezembro) no solstício para alcançá-lo e então iluminar e ver com mais clareza o "estado" desta casa, e o que precisa ser feito. Ao longo de janeiro o Sol avança e se aproxima de Plutão, que como hóspede inquilino se encontra em ♑, há quase 10 anos: desde 2008, e não parece muito disposto a arredar pé de lá; seu contrato só começa a expirar em março, e então fica mais um ano para se retirar definitivamente para Aquário. Saturno tem encontro marcado com Plutão em Capricórnio, uma única vez, em 12 de janeiro de 2020, e já apresenta sinais para a Grande Mutação.

Representa importantes tratativas nas esferas de poder a afetar a ordem mundial.

Capricórnio é ao mesmo tempo o topo do mundo e onde começa seu declínio.

Estamos no ápice da Era do Ter.

Desmoronamento civilizatório. Depois será a vez de Júpiter, após transitar por seu domicílio ♐, entrar no cenário: visitará ♑ Capricornio, encontrando-se primeiro com Plutão, seu irmão, na casa de seu pai (na Mitologia, Zeus e Hades são filhos de Cronos) para confabularem entre si os interesses na divisão do reinado que estará por vir.

Desde de janeiro de 2019, Saturno se embriaga na sextilha com as águas de Netuno em Peixes. Desse modo o cenário da GRANDE MUTAÇÃO parece estar criado ARQUETIPICAMENTE para o derradeiro e libertador encontro de Júpiter com Saturno, a 0º de ♒ Aquário, inaugurando um novo Aion, da ERA DO TER PARA A ERA DO SER, para os próximos 200 anos. Quem viver verá! Afinal o Sol está apagando, e isto sim é científico: daqui a um bilhão de anos, também isto se comprovará! Mas até lá, os dias serão seguidos pelas noites, a lua ficará nova e cheia todos os meses, as estações se sucederão todos os anos na mesma ordem, conforme sempre foi e sempre será, obedecendo A ORDEM CÍCLICA DO UNIVERSO, até que o Sol se apague. Venha participar da OFICINA de Astro*Coaching Preparações para a Grande Mutação

www.oficinadeastrocoaching.com/metaplanos2019

481 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Rio de Janeiro: Rua Cosme Velho 
São Paulo: Hotel Mercure, Av. Funchal 111
Telefone: +21 999138585  
Astro*Coaching - CFP 119.893.307-03
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle