A Mudança de Tom: Saturno no Centro da Galáxia se despede de Sagitário e ingressa em Capricórnio


Depois de quase 29 anos, o Senhor do Anéis retorna ao seu "domus", ou domínio, habitação morada: o filho pródigo à sua casa volta, depois de ter atravessado planos e planícies, transitado por todos os planetas e signos, feito todos os aspectos, no dia 20 de dezembro entra definitivamente em Capricórnio; e os dias que antecedem essa "mudança de tom", podemos experimentar um período de muitas incertezas, demasiada mutabilidade e inconsistências, como se um trem estivesse chegando a uma nova estação.

Desde o dia 15 até dia 24 de novembro, Saturno, como Tecelão do Destino, transita pela terceira e última vez pelo grau 26 de Sagitário, lá onde se encontra o Centro da Galáxia, um lugar em torno do qual giram todos os sóis da Via Láctea, onde a luz não entra e nem de lá, escapa, e por assim ser é mais misterioso lugar do universo, sobre o qual o que se pode saber é da existência de um gigantesco Buraco Negro que tem a força de atração de 4 milhões de sóis, pelos cálculos da velocidade das estrelas que giram ao seu redor. Assim, Saturno, o limite visível do sistema solar, alcança então o limite do invisível na galáxia, de novo e pela última vez este ano, depois de cerca de 29 anos, desde a última vez que passou por ai, e assinala que existem dimensões metafísicas, sequer imaginadas, além das concepções quantitativa de tempo e do espaço, que a ciência ou a razão não têm instrumentos para alcançar, mas que nem por causa disso deixam de existir. Através das lentes e dos símbolos que nos oferece a Astrologia podemos especular e fazer "con-siderações" acerca daqueles fenômenos que não estão sujeitos às leis de causa e efeito: sincronicidades. A casa onde se encontra este Centro em seu mapa, se ali há planetas, ou planetas formando aspecto exato com este ponto a partir do grau 26 de qualquer signo, é o lugar onde você se encontra com o seu “GIFT”, aquele “presente”, dom ou talento único, especial, que você traz, não para desfrutá-lo para si, mas sim para compartilhar com o outros, com o mundo e, se não o realiza, o mundo ficará sem. Ali, você pode experimentar escolhas de vida em que efetivamente coloque toda a sua alma, por um único motivo, pois nesta direção também se encontra cura da ferida, ou a dor da incompletude da alma.

Tomei conhecimento desse assunto em 1988, justo quando Saturno transitou pela última vez por lá. Nesta ocasião, conheci o astrólogo suíço Bruno Huber que, num seminário em Campinas-SP, sinalizou a importância deste grau em nosso mapa, como uma espécie de vetor, ou canal, para a manifestação das informações e energias em ressonância com o que a vida quer de nós. Ele citou alguns exemplos de SINCRONICIDADE (coincidências significativas) que ocorrem na vida de pessoas que têm em seus mapas planetas a 26o de qualquer signo. Aquilo me chamou a atenção, pois são tantas e tão ricas as histórias de sincronicidades que ocorrem em minha vida, que até daria para edição de um livro. Por sinal, este foi o assunto, SINCRONICIDADE, da comunicação que fiz durante a Conferência pela Meio Ambiente, no TedxRio +20, durante o trânsito de Vênus em 2012 veja em: (https://www.youtube.com/watch?v=uQK5jRCo4islink).

Tenho Marte a 26o de Câncer junto ao Meio do Céu de meu mapa, e justamente naquele momento em que minha alma estava escolhendo definitivamente a vida que eu queria viver, e viver para isso que faço até hoje: estudar, trabalhar, ensinar, escrever, viver para a astrologia. A escolha foi feita na hora certa!

Um “anel” inteiro Saturno percorreu desde aquele momento memorável. Passou por todas as áreas da experiência humana, signos, casas e planetas, como um severo tecelão das tramas das diferentes etapas da vida, confrontando com as irreversíveis escolhas de amadurecimento do que cada um vai se tornando ao longo do tempo.

Acredito que muitos, como eu naquela época, estejam, hoje, “ouvindo o chamado”, como o “canto das Sereias” no alto do fuso do destino (Platão - Livro X da República), para colocarem sua alma na vida que querem escolher. Mas também é neste tempo que se deparam com limites impostos por si mesmos, ou pelas escolhas que vieram sendo feitas antes. A verdade é que temos escolhas, sim, antes. Depois, arcamos com as consequências da irreversibilidade do que se tornou passado.

Quase trinta anos depois, Saturno, o limite visível do sistema solar, alcança então o limite do invisível na galáxia de novo, e assinala que existem dimensões além do tempo e do espaço, que nem sempre a ciência ou a razão alcançam, mas que nem por causa disso deixam de existir. Através das lentes que nos oferece a Astrologia podemos especular os fenômenos que não estão sujeitos mais às leis de causa e efeito: sincronicidades.

Hoje no céu, Saturno retrógrado em Sagitário, no Centro da Galáxia se encontra no vértice de um Grande Trígono: triângulo em signos de fogo, ligados por aspectos harmônicos com Urano em Áries e Nodo Norte em Leão. Nas áreas/casas onde este triângulo flamejante cai no mapa se encontra o foco, a chama, a luz, a energia necessária aos estados de alegria, entusiasmo, amor e de fé na vida que a alma quer escolher.

A partir do vértice onde se encontra Saturno, em trânsito, também deparamos com os obstáculos a serem superados, desafios a serem enfrentados, com os limites no qual nos confinamos devido às limitações que nós mesmos nos colocamos a partir das antigas escolhas. Mas, com as pedras nas quais tropeçamos pelo caminho, como dizia Campbel, ali se encontra o nosso tesouro, e então podemos torná-las degraus, construir escadas, para subir, ou crescer, e encontrar lá no alto, no Centro da Galáxia, o PRESENTE, o GIFT, da melhor escolha, a escolha da alma, no presente, para ser compartilhado com o mundo, e desse modo, também é dada a possibilidade de aplacar a dor e sanar a ferida que nos acompanha.

Podemos encontrar nos mapas as saídas para as provas de amadurecimento, ou choque de realidade nos lugares onde caem os TRIGONOS DE FOGO, que chegam das casas harmônicas entre si. Por exemplo: A Tríade de Terra – Casas 2, 6 e 10. O desafio do Centro onde transita Saturno, na casa 2 : os recursos materiais, valores, a condição financeira que se encontra (assunto importante nesses tempos de crise); que mudanças efetivas podem ser feitas no modo como você está lidando com sua rotina de trabalho, usando o seu tempo no seu dia a dia, (casa VI)? E que redefinição ou ressignificação de seus projetos de carreira podem influenciar de modo positivo a sua casa II?

Cada caso é um caso, claro, envolvendo inúmeros outros aspectos e planetas de modo único e particularizado, mas o tema básico está indicado. As escolhas estão aí para serem feitas. E as escolhas depois que são feitas, na verdade, selam o destino. Saturno, desde o Centro da Galáxia, apenas conduz os fios irreversíveis da escolha da vida feita pela alma. Coloque o foco e a atenção na direção de sua escolha, e se lance: é para ali que vai toda a sua energia! Jose Maria Gomes Neto, CINASTRO: https://go.hotmart.com/C5917961Q

302 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
Rio de Janeiro: Rua Cosme Velho 
São Paulo: Hotel Mercure, Av. Funchal 111
Telefone: +21 999138585  
Astro*Coaching - CFP 119.893.307-03
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle